PERSONAGENS

Chaves

É um menino de 8 anos de idade, doce, inocente, piadista, sonhador, sensível, sentimental e com grande imaginação. Mas também é metido, curioso, imprudente, distraído e tonto. Reclama a paciência de quem convive com ele e sempre tem fome.

Dona Florinda

É uma mulher exigente, amante da ordem, da limpeza e da disciplina. Tem ares de grandeza e despreza um pouco o resto dos vizinhos, por considerá-los parte da gentalha. Pouco paciente e com mau humor, mostra, no entanto, doçura e serenidade diante de seu filho.

Quico

É um menino superprotegido, mimado, vaidoso, impaciente, malicioso e egoísta.
Se destaca por suas bochechas infladas e seu modo de caminhar com as pontas dos pés e os joelhos para dentro.

Quico

É um menino superprotegido, mimado, vaidoso, impaciente, malicioso e egoísta.
Se destaca por suas bochechas infladas e seu modo de caminhar com as pontas dos pés e os joelhos para dentro.

Professor Girafales

É um mestre com verdadeira vocação e fé na humanidade, ainda que um tanto vaidoso com seu conhecimento. Homem romântico e sonhador, o Professor Girafales corteja Dona Florinda, a quem visita frequentemente e dá de presente um “humilde buquê de flores”.

Seu Madruga

É afetuoso, engenhoso e de grande coração, ainda que explosivo e pouco paciente. Cínico, sempre endividado, frequentemente está em busca de emprego. Faz grandes esforços para ser carinhoso e paciente com as crianças.

Dona Clotilde

Melhor conhecida como a Bruxa do 71. É uma mulher solitária, um pouco antiquada, misteriosa, apaixonada e algo intolerante, sobretudo com as crianças que vivem na vila. Mas sempre é amável e atenta com seu eterno amor: Seu Madruga, que vive no 72.

Seu Madruga

É afetuoso, engenhoso e de grande coração, ainda que explosivo e pouco paciente. Cínico, sempre endividado, frequentemente está em busca de emprego. Faz grandes esforços para ser carinhoso e paciente com as crianças.

Dona Clotilde

Melhor conhecida como a Bruxa do 71. É uma mulher solitária, um pouco antiquada, misteriosa, apaixonada e algo intolerante, sobretudo com as crianças que vivem na vila. Mas sempre é amável e atenta com seu eterno amor: Seu Madruga, que vive no 72.

Godinez

É um menino distraído e inocente que vive em seu próprio mundo. Fanático pelos esportes, único tema de conversa que conhece.

Nhonho

É um menino muito aplicado e estudioso. É arrogante, mas não egoísta. Apesar de ser tão gordo, é realmente ágil e se defende das piadas de seus companheiros com barrigadas.

Pópis

É uma menina boba, vaidosa e feminina. Ingênua e mimada, que vive cuidando sua aparência física (não brinca para não sujar a roupa). Leva sempre sua boneca Serafina, a qual trata como se fosse uma filha.

Jaiminho

É um velhinho doce, cansado e manhoso, que trabalha como carteiro em uma bicicleta que nunca monta. Gosta de lembrar do passado e, especialmente, recordar Tangamandápio, sua terra natal.

Sr. Barriga

É um homem risonho e bonachão, vive dos aluguéis de suas propriedades, as quais cobra com grande dificuldade. Sofre constantemente as consequências das travessuras e besteiras das crianças da vizinhança. Em jogos engenhosos de palavras, transformam seu sobrenome em adjetivo. Seu filho, Nhonho, é seu vivo retrato, seu grande orgulho e sua adoração.

Jaiminho

É um velhinho doce, cansado e manhoso, que trabalha como carteiro em uma bicicleta que nunca monta. Gosta de lembrar do passado e, especialmente, recordar Tangamandápio, sua terra natal.

Sr. Barriga

É um homem risonho e bonachão, vive dos aluguéis de suas propriedades, as quais cobra com grande dificuldade. Sofre constantemente as consequências das travessuras e besteiras das crianças da vizinhança. Em jogos engenhosos de palavras, transformam seu sobrenome em adjetivo. Seu filho, Nhonho, é seu vivo retrato, seu grande orgulho e sua adoração.

Paty

É uma menina frágil, doce, estudiosa e muito educada. É a calculadora e reflexiva do grupo. Não gosta de se meter em problemas. Assim, quando avisa do perigo de sofrer algum castigo, prefere não participar da travessura.

Glória

É uma mulher de 35 anos de idade. Atraente, amável, culta, com preparação e experiência como secretária executiva. Trabalha em um escritório de arquitetos como recepcionista. Ainda que tenha a capacidade e conhecimentos para desenvolver outros trabalhos de maior responsabilidade, é o emprego que pôde conseguir no momento e, consequentemente, um salário não muito bom. Vive na vizinhança com sua sobrinha Paty.